Cedral sedia 1ª Maratona cívica da independência


A cidade de Cedral foi palco, no dia 7 de setembro, da 1ª Maratona da Independência, promovida pelo terapeuta ocupacional Marcos Passinho. A prova foi disputada por 120 atletas, tendo como ponto de partida o povoado Itajuba e, chegada o povoado de Outeiro com um percurso de aproximadamente 9 quilômetros. A competição que teve como cenário de fundo as paisagens entre os dois povoados. Os participantes e observadores de modo geral também aprovaram a iniciativa e organização do evento.

Marcos Passinho disse que a prova teve como objetivo inovar por ser um esporte pouco divulgado na região da Baixada Maranhense e foi bem aceita e aplaudida pelo público por onde ocorreu o percurso.

"Quero parabenizar Marcos Passinho pela organização maravilhosa, a assistência aos competidores durante todo o percurso e a sua preocupação com o esporte. Precisamos disso em nosso município, pessoas que sejam jovens e tenham o espírito esportista como ele, para dar uma nova cara ao esporte aqui." comentou um dos participantes. Ele contou ainda que apesar de não ter se preparado para a longa corrida, o visual e alegria dos participantes ajudou a atenuar a fadiga.

"Foi uma das melhores organizações que eu já vi. O 7 de setembro teve algo diferente, com certeza estarei aqui ano que vem e melhor preparado", lembrou Paulo Sérgio. Segundo ele o percurso foi um pouco longo, mas foi possível terminar no tempo esperado. "Estou satisfeito, agora devo correr nas próximas provas e melhor preparado", completa o atleta.

CRIANÇAS - Além de promover a maratona, Marcos Passinho aproveitou o Dia das Crianças para distribuir mais de 1.300 brinquedos. Neste dia ele visitou diversos povoados levando alegria por meio de uma troupe de palhaços e malabaristas.

Ao falar sobre a distribuição dos brindes, ele frisou que gostaria de ter distribuído mais brinquedos para proporcionar maior felicidade às crianças.

"Sentir grande alegria em fazer isso. Percebi a felicidade em cada criança. No povoado de Engole percebi que tinha uma crianças distante que chorava sem poder chegar perto para pedir o seu brinquedo. Aproximei-me dela e sentir a felicidade daquela criança" disse Marcos Passinho.

Fonte: correiodosmunicipios.com.br

0 comentários :: Cedral sedia 1ª Maratona cívica da independência

Enviar um comentário