Calvície: causas e tratamentos

Fatores geradores da calvície

Há muita falta de informação em relação aos fatores causadores da calvície, além da baixa consciência a respeito da consulta com um dermatologista acerca da alopecia – nome científico da redução parcial ou total de pelos ou cabelos –, cuja causa principal, tanto no homem quanto na mulher é genética, ademais a di-hidrotestosterona (subproduto do hormônio masculino) se liga aos folículos capilares, desencadeando reações que diminuem o tempo de vida dos cabelos, encurtando a fase de crescimento deles, e consequentemente o comprimento e a espessura.

Cerca de 40 milhões de brasileiros tem calvície, que, em geral, afeta mais homens do que mulheres. Muitos calvos tentam os mais mirabolantes truques e tratamentos para conter a queda capilar, porém, a maioria deles não gosta nem de tocar no assunto, e poucos assumem de vez a careca.

Exemplos de carecas famosos


No universo das celebridades há exemplos de calvos cobiçados pelas mulheres, como os atores hollywoodianos Jason Statham, Bruce Willis, Vin Diesel, e no Brasil, Humberto Martins e o nadador Fernando Scherer, o Xuxa.

Como saber se irei ficar careca?


Muitas vezes a calvície se manifesta por volta dos 20 anos de idade. Para determinar se o paciente tem ou não tendência à doença, o dermatologista utiliza um aparelho chamado dermatoscópio (um microscópio de mão). A região lateral da cabeça (próximo à orelha) é mais resistente à calvície, porém, não as regiões frontal e parietal.

Tratamento para calvície


Tratamentos clínicos retardam a calvície, e aumentam o volume capilar, realizando-os, em cerca de seis meses é possível notar melhora. Porém, se a doença já estiver instalada, pode não ser possível revertê-la, e nesse caso indica-se o transplante capilar.

0 comentários :: Calvície: causas e tratamentos

Enviar um comentário