Prefeita recusa propostas indecorosas e é ameaçada


A prefeita de Centro do Guilherme denuncia que está ameaçada de morte e vem sendo politicamente sendo perseguida. As ameaças partiram do prefeito do vizinho município de Maranhãzinho, Josimá Cunha Rodrigues, seu ex-aliado. Maria Irene de Araújo Sousa revela que as ameaças surgiram depois que recusou propostas indecorosas para terceirizar a sua administração com o conseqüente desvio de recursos do tesouro municipal e empregar cerca de 700 pessoas sem concurso, acrescentando que seu trabalho à frente da prefeitura criou um clima de inveja.

Em outra proposta feita e recusada com veemência durante um almoço, ela entregaria o comando da prefeitura para Josimá Cunha durante seis meses, receberia um salário mensal de R$ 30 mil sem trabalhar, com a promessa de "equilibrar" as finanças municipais e demitir dezenas de funcionários.

Revelou ainda que o pavio das perseguições foi aceso depois que a prefeitura de Centro do Guilherme adquiriu equipamentos eletrônicos e alugou máquinas de Josimá Cunha. O aluguel das máquinas foi pago, mas restou um débito de R$ 10 mil.

DÍVIDA - Maria Irene confirma a compra de uma rede de comunicação via internet com antena parabólica no valor de R$ 6 mil, mas o equipamento não foi entregue. A partir daí ela foi pressionada e ameaçada para quitar a dívida, cujo pagamento ficou condicionado à entrega dos equipamentos eletrônicos. Além disso, Josimá Cunha exigiu três cheques no valor de R$ 10 mil para serem descontados nas parcelas de transferência do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Proposta também recusada com veemência.

Recentemente, a título de promover uma "festa da paz", Josimá Cunha montou um palanque para lançar a sua mulher como candidata à prefeita de Centro do Guilherme. Os discursos foram transformados em ataques à prefeita Maria Irene com palavras de baixo calão e ataques pessoais. Inconformada, a prefeita prometeu recorrer à Justiça porque os ataques foram dirigidos a sua vida particular.

Para rebater os ataques infundados contra sua administração, Maria Irene promoverá uma audiência pública com a participação da comunidade, advogados e contadores para mostrar com transparência onde foram aplicados os recursos.

Fonte: correiodosmunicipios.com.br

0 comentários :: Prefeita recusa propostas indecorosas e é ameaçada

Enviar um comentário